Justiça determina indisponibilidade de bens do prefeito de Itabaiana
Segundo a decisão, Valmir teria cometido improbidade para promover aliado político
Cotidiano | Por F5 News 10/08/2020 16h00

A Justiça sergipana determinou o bloqueio de ativos financeiros e a indisponibilidade de bens móveis e imóveis do prefeito do município de Itabaiana, Valmir dos Santos Costa - o Valmir de Francisquinho. A decisão atende a um pedido liminar do Ministério Público de Sergipe e decreta a indisponibilidade, até o valor de R$ 905 mil, por suposto dano ao erário decorrente da prática de atos de improbidade administrativa.

De acordo com a 1ª Promotoria de Justiça de Itabaiana, foi instaurado Inquérito Civil a partir da Representação Eleitoral, na qual o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) reconheceu irregularidade no ato do prefeito que, por meio de propaganda institucional, promoveu a candidatura de Eduardo Amorim ao cargo de governador de Estado no pleito eleitoral de 2014. Segundo o MP, com a propaganda foram gastos R$ 905 mil dos cofres do Município, para promoção e divulgação de campanha eleitoral do aliado político do prefeito.

Segundo o MP, o prefeito contratou serviços para a realização de propaganda institucional de melhorias implementadas no Município de Itabaiana que utilizavam expressões escritas que remetiam ao slogan da campanha do então candidato Eduardo Amorim.

“Através de outdoors em vias públicas, o Município exclamava ‘Mudou sim e para melhor’, onde o ‘sim’ e o ‘melhor’ possuíam realce gráfico e, concomitantemente, a coligação do candidato ao Governo de Sergipe era nominada ‘Agora sim’, sendo ‘sim’ o bordão adotado na propaganda eleitoral. Além disso, circulou uma revista com o título ‘20 meses que mudaram Itabaiana para melhor’, que fez parte da propaganda institucional do Município e, apesar de a edição ter ocorrido no 21º mês da gestão do prefeito Valmir, permaneceu o numeral 20 (realçado) que, coincidentemente, era o número da chapa do então candidato ao governo de Sergipe. Também foi constatado que os tons azul e amarelo usados na publicidade institucional municipal e na propaganda eleitoral do candidato ao governo do Estado eram os mesmos”, explicou a promotora de Justiça Allana Rachel Monteiro.

A assessoria do prefeito informou ao F5 News que ele ainda não foi notificado sobre a decisão, e que não vai se manifestar no momento.

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
Lucas Aribé pede retorno gradual da meia passagem em Aracaju
01/10/2020  10h15 Lucas Aribé pede retorno gradual da meia passagem em Aracaju
Confira opções de destinos turísticos para o final do ano
01/10/2020  10h00 Confira opções de destinos turísticos para o final do ano
PRF detém homem com trouxas de drogas em rodovia de Umbaúba
01/10/2020  10h00 PRF detém homem com trouxas de drogas em rodovia de Umbaúba
Governo de SE decreta situação de emergência em Frei Paulo
01/10/2020  09h32 Governo de SE decreta situação de emergência em Frei Paulo
PM prende dupla por suspeita de receptação no município de Salgado
01/10/2020  09h00 PM prende dupla por suspeita de receptação no município de Salgado