Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados
Do total de infectados, 86% se recuperaram; 2.533 mortes continuam em investigação
Brasil e Mundo | Por Agência Brasil 28/09/2020 20h36 - Atualizado em 28/09/2020 21h39

O boletim diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta segunda-feira (28), revela que o Brasil registrou 4.745.464 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia.

Desse total, 3% dos casos resultaram em morte (142.058); 10,9% dos pacientes estão em tratamento (519.224); e 86,1% dos brasileiros que contraíram covid-19 estão recuperados (4.084.182).

Nas últimas 24 horas, foram registrados 317 óbitos e 13.155 novos casos. Os casos são menores aos domingos e segundas-feiras pelas limitações de alimentação da base de dados pelas equipes das secretarias de saúde. Já às terças-feiras, o número tem sido maior pelo envio dos dados acumulados do fim de semana.

As autoridades de saúde ainda investigam se outras 2.533 mortes foram provocadas por coronavírus.  

Onde há mais casos de covid-19 no Brasil
*Casos acumulados desde o início da pandemia

São Paulo = 973.142

Bahia = 306.629

Minas Gerais = 290.137

Rio de Janeiro = 262.006

Ceará = 239.062

Onde há mais mortes por covid-19 no Brasil 
São Paulo = 35.125

Rio de Janeiro = 18.291

Ceará = 8.921

Pernambuco = 8.190

Minas Gerais = 7.240

Mais Notícias de Brasil e Mundo
Reprodução redes sociais
30/10/2020  15h20 Terremoto de magnitude 6,8 atinge Mar Egeu, Turquia e Grécia
Fies: inscrição para não matriculado pode ser feita até terça-feira
30/10/2020  10h20 Fies: inscrição para não matriculado pode ser feita até terça-feira
Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz
30/10/2020  07h57 Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz
Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
29/10/2020  20h10 Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
Foto: FioCruz/Reprodução
29/10/2020  17h50 Covid-19: apesar de alta de casos, número de óbitos continua em queda