Saúde
Energisa vai recuperar subestação e instalações do Hospital de Cirurgia
A previsão é de que toda a obra aconteça no primeiro semestre deste ano
Cotidiano | Por Saullo Hipolito* 13/02/2020 12h16

Um acordo firmado no Ministério Público de Sergipe (MP/SE), entre o Hospital de Cirurgia e a Energisa, vai garantir a recuperação da subestação e das instalações de média tensão e infraestrutura de baixa tensão na unidade hospitalar, em Aracaju. De acordo com a 2ª Promotoria de Justiça dos Direitos à Saúde, o serviço está orçado em pouco mais de R$ 500 mil, custo que será dividido igualmente entre as partes.

O acordo está dentro do processo de recuperação do Hospital de Cirurgia, principal instituição filantrópica de Sergipe e integra um processo de quitação de danos sociais promovido pelo MP em benefício da população, mesmo que, neste caso, seja denominado ato voluntário por parte da empresa de energia.

“Nos sensibilizamos com a situação de risco do hospital e decidimos apoiar esta adequação. É um investimento que trará maior segurança ao seu funcionamento e que, consequentemente, beneficiará toda a sociedade sergipana que utiliza os serviços de saúde”, afirmou o diretor-presidente da Energisa Sergipe, Roberto Carlos Currais.

Conforme o Ministério Público, a necessidade de um amplo reparo na subestação foi detectado pela própria Energisa em 2016, quando foram diagnosticadas falhas que poderiam ocasionar transtornos como a interrupção do fornecimento de energia, choques elétricos e até incêndios.

De acordo com o laudo da concessionária, a situação encontrada poderia ocasionar acidentes graves, colocando em risco a vida de pacientes, funcionários e visitantes, além da possibilidade de gerar danos elevados ao patrimônio do Hospital de Cirurgia.

“No ano passado entramos com um pedido de intervenção judicial na unidade hospitalar e com a mudança da diretoria, precisamos dar apoio aos novos profissionais no local para continuar elevando os números de atendimento da sociedade que precisa dos serviços médicos no Cirurgia”, afirmou o promotor Rony Almeida.

O valor total de R$ 513.070 será custeado inicialmente pela Energisa e o ressarcimento de metade do gasto será feito ao final das providências tomadas, dividido em onze parcelas.

O Hospital de Cirurgia realizará os reparos, com base em um projeto elétrico aprovado pela distribuidora. A previsão é de que toda a obra aconteça no primeiro semestre deste ano.

* Com informações da Energisa e da 2ª Promotoria de Justiça dos Direitos à Saúde.
 

Edição de texto: Monica Pinto
Mais Notícias de Cotidiano
SES registra 108 novos casos de Covid-19 e mais uma morte nesta terça
29/09/2020  20h44 SES registra 108 novos casos de Covid-19 e mais uma morte nesta terça
Foto: Jadilson Simões/Rede Alese/Reprodução
29/09/2020  19h30 Procuradoria da Mulher organiza ações do Outubro Rosa
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Reprodução
29/09/2020  17h30 Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
Blitz Lei Seca (Foto: CPTran)
29/09/2020  17h00 Cresce número de autuações por embriaguez ao volante em Aracaju
Cardiologista alerta que prevenção é a melhor medida para cuidar do coração
29/09/2020  15h30 Cardiologista alerta que prevenção é a melhor medida para cuidar do coração